Neiva Melo comunicação empresarial

“Repórter de verdade atravessa a rua de si mesmo para olhar a realidade do outro lado da sua visão do mundo"

Eliane Brum

“Os jornalistas deixam a gente mais inteligente”

Jorge Gerdau Johannpeter

“Não existe mobilização sem os jornais”

Mahatma Gandhi

“Aqui na agência, somos obssessivos por notícias de qualidade e resultados estratégicos”

Neiva Mello


Mídia

24/09/2013 Correio do Povo

Em mostra, a intimidade criativa de um grande contador de histórias


Um memorial dedicado à vida e à obra do escritor gaúcho Erico Verissimo foi inaugurado nessa segunda-feira no centro cultural que leva seu nome. Entre os presentes na cerimônia, no auditório do espaço, estavam o seu filho, o também escritor Luis Fernando Verissimo; o secretário estadual da Cultura, Luiz Antônio de Assis Brasil, representando o governador Tarso Genro; o presidente do Grupo CEEE, Sérgio Souza Dias; a diretora do Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, Regina Ungaretti; e do presidente da Gerdau, Jorge Gerdau Johannpeter.

O Memorial reúne os acervos de dois amigos do escritor: o jornalista e bibliógrafo, Mário de Almeida Lima, e o doutor em Letras, Flávio Loureiro Chaves, este último tinha convivência muito próxima e foi quem organizou o segundo volume de memórias de Erico, “Solo de Clarineta”, deixado inacabado por ocasião de sua morte súbita, em 28 de novembro de 1975. Nas palavras de Chaves, o local se torna “um centro de excelência sobre a obra do escritor gaúcho”. Na cerimônia, a diretora do CCCEV, Regina Ungaretti, afirmou que, com a criação do Memorial, o Centro Cultural cumpre sua missão de preservar a memória do escritor. “Criar este espaço é atender ao anseio social de guardar e difundir a memória do Contador de Histórias interessado nas pessoas e nos problemas humanos que, a partir de sua experiência e legado, nos proporciona hoje, mesmo após mais de 30 anos de ausência, atualidade no seu olhar sobre a vida e sobre o homem”, comentou. Ela ressaltou ainda que o projeto tem o objetivo de reunir amigos e incentivar novos leitores, tornando-se também um ponto de encontro para leitores e amigos do autor.

No terceiro andar do Centro Cultural (Rua dos Andradas, 1223), já a partir desta terça-feira, os visitantes terão a oportunidade de conhecer originais de obras como “Fantoches”; o segundo livro da trilogia “O Tempo e O Vento”, publicado em 1951; além do espaço Nanquinote, dedicado às crianças. Manuscritos, apontamentos e os muitos desenhos que Erico fazia para delinear suas histórias também fazem parte da mostra.

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo



Relacionado a Centro Cultural CEEE Erico Verissimo:

24/09/2013 Jornal o Sul

Memorial Erico Verissimo

Foi inaugurado ontem, no Centro Cultural CEEE Erico Verissimo, em Porto Alegre, o Memorial Erico Verissimo. A cerimônia contou com a presença do filho de Erico...

23/09/2013 Jornal O Globo

Relíquias de Erico Verissimo

Memorial em Porto Alegre, que será aberto ao público nesta segunda-feira, reúne originais, correspondência e outros itens raros do autor de ‘O tempo e o vento’ ...

Últimas publicações

30/03/2017

Caderno Geração E, Jornal do Comércio (POA-RS)

Quando o empreendedorismo desperta bem cedo

Do colégio aos primeiros anos da faculdade, como é a entrada de muitos jovens no mundo dos negócios

Junior Achievement

27/03/2017

Clube dos Jangadeiros

Breno Kneipp e Ian Paim, do Clube dos Jangadeiros, são campeões sul-americanos de 29er

Principais nomes da vela jovem sul-americana, a dupla defenderá o Brasil no Campeonato Mundial da Classe, nos EUA

Clube dos Jangadeiros

14/03/2017

G1 Paraná - Bom Dia Paraná

Feira apresenta bolsas de estudo e cursos em 50 instituições estrangeiras

EDUEXPO acontece em Curitiba no dia 16 de março, das 16h às 21h, no Hotel Four Points by Sheraton Curitiba (Av. Sete de Setembro, 4211).

EDUEXPO

Ver todos